Rede do Profissional da Reciclagem.

Translate this Page






  

DISK- É PRA JÁ SERVIÇOS LTDA
 (51) 99595-9952
 SMS, WahatsApp
 cachoeirinha- RS- Brasil
QUERO AJUDAR !!
 


LIXO: UMA PREOCUPAÇÃO CONSTANTE

LIXO: UMA PREOCUPAÇÃO CONSTANTE

Chama-se de lixo todo e qualquer resíduo proveniente das atividades humanas, ou gerados pela natureza em aglomerações urbanas. Os dicionários de língua portuguesa definem a palavra como sendo: coisas inúteis, imprestáveis, velhas, sem valor, aquilo que se varre para tornar limpa uma casa ou uma cidade;

Entulho; qualquer material produzido pelo homem que perde a utilidade e é descartado, porém, precisamos rever este conceito, deixando de enxergá-lo como uma coisa suja e inútil em sua totalidade. (FORMIGA, et al. 2007). Redução, detritos e reciclagem são algumas das opções mais recomendadas para a gestão ambiental dos resíduos. Tais opções, além de minimizar os problemas de disposição, da conservação dos recursos naturais, da redução do consumo de energia e do impacto negativo ao ambiente, permitem a valorização socioeconômica e ambiental dos resíduos. As estratégias, contudo, tornam-se economicamente viáveis quando estes se apresentam livres de contaminação, segregados, classificados e acondicionados corretamente (GRIPPI, 2001; PEREIRA; TOCHETTO, 2004). A pesquisa teve como objetivo o incentivo da melhoria do Meio Ambiente, da Saúde e da Qualidade de Vida da comunidade através da sensibilização e conscientização dos moradores dos bairros, fazendo a reciclagem de materiais descartáveis, não jogando lixo fora do local de coleta, minimizando assim os problemas gerados pelo descarte inadequado dos resíduos sólidos residenciais e consequentemente a quantidade de lixo para a coleta urbana.

BENEFÍCIOS DA RECICLAGEM As campanhas educativas contribuem para mobilizar a comunidade, para sua participação efetiva e ativa na implantação da coleta seletiva de resíduos sólidos, separando os materiais recicláveis e/ou reutilizáveis diretamente na fonte de geração. Mas, cabe ressaltar o papel da sociedade em geral no desenvolvimento de projetos de Educação Ambiental, que envolvem a todos, levando a ideia de que a reciclagem por si só não pode ser considerada a solução, mas que a mudança de hábitos e atitudes pode levar a sociedade a tomar medidas mais abrangentes, com ações que minimizem a quantidade de resíduos na própria fonte geradora, consumindo menos e reutilizando embalagens descartáveis. (FERREIRA,2004). Um dos benefícios da reciclagem é a recuperação de recursos naturais por meio da reutilização, reciclagem e reprocessamento de materiais antigamente tidos como lixo. Os materiais reciclados, embora sejam utilizados como substitutos de matérias primas, podem produzir um novo tipo de material, representando uma grande oportunidade econômica e social, pois gera emprego e renda, deixando assim de ser um problema para ser uma solução. E dentre algumas vantagens, estão: Diminuição da quantidade de lixo a ser aterrada; Preservação de recursos naturais; Economia de energia; Economia de água; Diminuição de impactos ambientais; Destruição de habitats; Erosão e perda e solo fértil; Danos a fauna equitiológica e assoreamentos; Geração de empregos diretos e indiretos; Novos negócios. (Lixo Municipal, IPT/CEMPRE, 2000, pág: 83 e 84). ü Econômicos: A reciclagem de 1 kg de vidro quebrado gera 1 kg de vidro novo, economizando 1,3 kg de matérias-primas, a cada 10% de utilização de cacos, há uma economia de 2,9% de energia, a reciclagem de alumínio economiza 95% da energia que seria usada para produzir alumínio primário, a reciclagem de lixo orgânico, por meio da compostagem, resulta em adubo de excelente qualidade para a agricultura (REGINA, 2009). ü Ambientais: 50 kg de papel reciclado evitam o corte de uma árvore de 7 anos, cada tonelada de papel reciclado pode substituir o plantio de até 350 m² de monocultura de eucalipto. Uma tonelada de papel reciclado economiza 20 mil litros de água e 1.200 litros de óleo combustível, a reciclagem de vidro diminui a emissão de gases poluidores pelas fábricas, a reciclagem do plástico impede um enorme prejuízo ao meio ambiente, pois, o material é muito resistente a radiações, calor, ar e água, a cada quilo de alumínio reciclado (GPAMBIENTAL, 1996). ü Sociais: A reciclagem contribui para a diminuição do volume de lixo e o Brasil produz atualmente 240 mil toneladas de lixo por dia, recoloca no ciclo de produção um material que pode contaminar o solo, a água e o ar, a reciclagem de plástico no Brasil gera cerca de 20 mil empregos diretos em 300 indústrias de reciclagem (REGINA, 2009). 9 As questões sociais do problema lixo e limpeza pública urbana envolvem a população, no que diz respeito às suas necessidades, seus desejos, suas atitudes e conhecimentos e seus relacionamentos com a proposta e serviços que lhes são oferecidos (FONSECA, 2001). A Política Nacional do Meio Ambiente tem por objetivo a preservação, melhoria e recuperação da qualidade ambiental propícia à vida, visando assegurar, no País, condições ao desenvolvimento socioeconômico, aos interesses da segurança nacional e à proteção da dignidade da vida humana (PNMA, 1991). A reciclagem por si só não resolve os problemas ambientais. Mas contribui para a redução da poluição, diminuição da quantidade de lixo nos aterros (onde há) e possibilita o reaproveitamento de materiais que antes seriam descartados.